Hydroxychloroquine and azithromycin as treatment of Covid-19

postado 19/03/2020

Gautret et al. (2020) Hydroxychloroquine and azithromycin as a treatment of COVID‐19: results of an open‐label non‐ randomized clinical trial. International Journal of  Antimicrobial Agents – In Press 17 March 2020 – DOI : 10.1016/j.ijantimicag.2020.105949


Cloroquina e hidroxicloroquina têm sido eficientes em SARS-CoV-2, em pacientes chineses com COV-19. Nesta publicação foi avaliado o papel da hidroxicloroquina em cargas virais respiratórias.

Pacientes franceses confirmados com Covid-19 foram incluídos em um protocolo de braço único entre o início de março e 16 de março, para receber 600mg de hidroxicloroquina diariamente. A carga viral por swab nasal foi testada diariamente em um ambiente hospitalar. Dependendo da apresentação clínica, a azitromicina foi adicionada ao tratamento. Pacientes não tratados de outro centro e casos que recusaram o protocolo foram incluídos como controles. O dia 6 pós-inclusão foi considerado o ponto final com a presença ou ausência de vírus.

Seis pacientes eram assintomáticos, 22 apresentavam sintomas de infecção do trato respiratório superior e oito apresentavam sintomas de infecção do trato respiratório inferior. Vinte casos foram tratados neste estudo e apresentaram redução significativa do transporte viral na inclusão pós-D6 em relação aos controles, e duração média de transporte muito menor do que a relatada em pacientes não tratados na literatura.

Apesar do pequeno tamanho amostral a pesquisa mostra que o tratamento com hidroxicloroquina é significativamente associada à redução/desaparecimento da carga viral em pacientes com COVID-19 e seu efeito é reforçado pela azitromicina.


A efetividade da hidroxocloroquina está na limitação da replicação do SARS-CoV-2 (virus causador da COVID-19) em vitro.

Artigo com pequena amostra porém com um resultado promissor. Recomendável leitura e revisar a função da hidroxicloroquina nestes casos virais.

Cinthia Vieira

+www